Culpando o termômetro pela febre

            Imagine uma pessoa que está com febre então ela põe um termômetro debaixo do braço para verificar a temperatura e em poucos minutos o termômetro detecta que ela está com uma febre muito alta.
Chateada com o resultado que ele está mostrando aquela pessoa vai e quebra o termômetro. Eu pergunto: Quebrar o termômetro faz a febre de alguém baixar? Claro que não!!

          É exatamente isso que fazemos toda vez que ficamos chateados com nossos líderes, amigos ou pessoas que nos amam no momento que elas nos alertam sobre algum erro que estamos cometendo. Ao Invés de tratar o problema (a febre), muitas vezes ficamos chateados com aquela pessoa que está nos mostrando a realidade (o termômetro). 

           Admitir que estamos errados é uma questão de humildade, pessoas infectadas com o vírus do orgulho são insensíveis a realidade dos fatos e não aceitam serem corrigidas.
Em provérbios 29:1 está escrito que ‘Quem é repreendido muitas vezes e teima em não se corrigir cairá de repente na desgraça e não poderá escapar’. A escolha é sua!

“Quem é repreendido muitas vezes e teima em não se corrigir cairá de repente na desgraça e não poderá escapar”
(Em provérbios 29:1)

Um comentário:

  1. Muito bom, temos mesmos que dá valor aos termômetros, que nos alertam

    ResponderExcluir